Truques e Dicas de Excel para SEO

Truques e Dicas de Excel para SEOs

O Excel (ou folhas de cálculo semelhantes) deverá ser um dos melhores amigos de qualquer SEO. Deixo aqui alguns truques e dicas de Excel que podem ajudar na hora de despachar aqueles relatórios bem chatos.

Além de melhorar a produtividade, dominar o Excel ajuda também a apresentar relatórios que sustentam a opiniões ou a ter uma base de sustentação para aquela estratégia que parece meia louca.

1) Conhecer Atalhos do Excel

A primeira dica está relacionada com a rapidez com que se trabalha com o Excel. Dominar os atalhos de teclado pode revelar-se poderoso quando queremos ser rápidos e precisos. Atenção: os atalhos podem variar de versão para versão ou dependendo do idioma que está a utilizar por definição.  Vamos desvendar alguns dos segredoos do Excel:

Atalhos para Navegar pela planilha

Page Down/Page Up Move o ecrã para baixo / Move o ecrã  para cima
Alt+Page Down/Alt+Page Up Move o ecrã para a direita / Move o ecrã para esquerda
Tab Move a selecção da célula para a esquerda
Shift+Tab Move a selecção da célula para a direita
Home Move a selecção da célula para a primeira célula da coluna
Ctrl+Home Move a selecção da célula para o início da planilha
Ctrl+End Move a selecção da célula para a o último dado da folha
Ctrl+L Abre a opção de Localizar e Substituir
Ctrl+g (or f5) Abre a caixa de “Ir para”
Ctrl+Setas Move a selecção da célula para as extremidades onde contém conteúdo

Atalhos para Seleção de células

ATALHOS PARA SELECCIONAR CÉLULAS
Shift+Space Selecciona a linha inteira
Ctrl+Space Selecciona a coluna inteira
Ctrl+Shift+* (asterisco) Selecciona todos as células que estão à volta da célula seleccionada
Ctrl+Shift+Barra de espaço Selecciona todos as células que estão à volta da célula seleccionada
Ctrl+Shift+Page Up Selecciona a actual e próxima pasta de trabalho
Ctrl+Shift+o Selecciona todas as células que têm comentários
Shift+Setas Selecciona as células, uma por uma
Ctrl+Shift+Setas Expande a selecção das células para as extremidades, onde contém dados. Selecciona linhas e colunas
Shift+Page Down/Shift+Page Up Expande a seleção das células para baixo / Expande a selecção das células para cima
Shift+Home Seleciona toda a linha até a primeira coluna da planilha
Ctrl+Shift+Home Seleciona as células acima de onde está a selecção atual
Ctrl+Shift+End Selecciona as células abaixo de onde está a selecção actual
F8
Shift+F8 Adiciona outro intervalo de células (adjacente ou não adjacente) à selecção. Use as teclas de seta e shift + teclas de seta para adicionar à selecção.
Shift+Backspace Selecione apenas a célula ativa quando várias células estiverem selecionadas.
Ctrl+. (period) Move no sentido horário até o próximo canto da selecção.
Enter / Shift+Enter Move a selecção da célula para baixo / Move a selecção da célula para cima
Tab / Shift + Tab Move a selecção da célula para direita / Move a selecção da célula para esquerda
Ctrl+Alt+Arrow Right/Ctrl+Alt+Arrow Left Mover para a direita / para a esquerda entre selecções não adjacentes (com vários intervalos selecionados).
Esc Cancela a selecção
SELEÇÃO DENTRO DAS CÉLULAS
Shift+Setas Seleciona as letras dentro da célula. Letra por letra
Ctrl+Shift+Setas Seleciona as palavras dentro da célula. Palavra por palavra
Shift+Home / Shift+End Seleciona toda a frase dentro das células.

2 ) Seleccionar Todas as Células

Com apenas um clique do botão de canto todos as células da folha serão seleccionadas. Também pode realizar essa selecção através do Atalho CRTL + T.

3. Abrir Arquivos do Excel em Grupo

Ao invés de abrir arquivos um por um, quando tem vários ficheiros, você pode abri-los todos de uma vez. Basta seleccionar os arquivos que gostaria de abrir, em seguida, pressione a tecla ENTER do seu teclado, todos os arquivos serão abertos simultaneamente.

4. Saltar Entre Diferentes Ficheiros do Excel

Quando é preciso trabalhar com diversas folhas de cálculo, é muito incómodo estar sempre a saltar entre elas. Às vezes são tantas “tabs” abertas que acabamos no meio de uma confusão. Usando Ctrl + Tab é possível alternar entre todos os arquivos que são da mesma categoria – ou seja alternar entre abas excel. Por exemplo: Se está com várias planilhas abertas, ao usar o Ctrl + Tab, você vai alternar somente entre janelas do Excel. Esta função também é aplicável a outros ficheiros, como abas no Firefox.

5. Adicionar Mais de Uma Nova Linha ou Coluna

Não é raro ser necessário inserir mais de uma linha na folha do Excel. Mas inserir linha uma por uma é um desperdício de tempo! A melhor maneira de inserir várias linhas ou colunas de uma vez só é seleccionando a quantidade de linhas que deseja adicionar -> Botão direito do Rato -> Inserir -> Mover células para baixo (ou qualquer outra opção).

O método é o mesmo, a diferença é que você selecionará a quantidade que você precisa inserir.

6. Mover e Copiar Dados em Células de Forma Rápida

Se quiser mover uma coluna de dados numa folha, a maneira mais rápida é seleccionando o intervalo e mover o ponteiro para a fronteira da selecção, depois que o ponteiro do rato se transformar em um ícone de quatro setas, arraste para mover a coluna livremente para onde quiser. E se desejar copiar os dados? Pode deixar o botão Ctrl pressionado antes de arrastar; A coluna será movida para o destino, porém ficará uma cópia.

7. Excluir Células em Branco de Forma Rápida

Numa folha ]e normal que alguns dados padrão n#ao existam e, por isso, apareçam em branco. Para excluir estas entradas, especialmente quando precisa fazer um cálculo de média, a maneira rápida para eliminar todas as células brancas é filtrar todas as células e excluí-las com um clique. Escolha a coluna que você deseja filtrar, ir para Dados-> Filtro-> Desmarcar a opção (Selecionar Tudo)-> Marque a opção (vazias) ou (Blanks em inglês)-> Clique em OK-> Agora é só excluir todas as linhas em branco.

8. Fazer Pesquisa de Caracteres Especiais

Existe uma opção no Excel onde se Pesquisar por caracteres especiais como por exemplo as pontuações ?, @, !, *, ^, $. Vamos supor que queremos fazer uma pesquisa para encontrar somente as células que contém o ponto de “!”. Fazemos o seguinte: Ctrl + L-> Na caixa de pesquisa, coloque o ~ e depois a pontuação que deseja procurar.

9. Passar o Texto para Maiúsculas ou Minúsculas Automaticamente

Para passar todos os dados da sua folha para maiúsculas ou minúsculas, não precisa digitar tudo novamente, basta usar as funções Maiúscula ou Minúscula. É bem simples. Basta ir para a célula destino e digitar =MAIÚSCULA e selecionar a célula que será convertida. Exemplo: =maiuscula(A1). Para converter o texto em minúsculo basta usar =minusculo(A1).

10. (x) Vezes no Excel

Vai soar estranho, mas esta é uma das perguntas que mais ouço: como fazer uma multiplicação no Excel ou, como como eu ouço, “como fazer vezes no Excel?”

Bem, é mesmo simples!  De facto, em vez de usar o “x” deve usar-se o “*”. Ex: =4*4

Atenção: ttodas as fórmulas no Excel têm de começar com “=” ou com “@”.

11. Como Colocar a Mesma Fórmula em Várias Células no Excel

Outro dos truques simples e uma das melhores dicas de Excel tem que ver com a velocidade com que podemos aplicar a mesma fórmula a diferentes células. Sobretudo, se elas estiverem seguidas umas às outras.

Para isso, basta digitar a fórmula que se quer e depois de comprovar que está a funcionar clicar com o rato no canto inferior direito. Esta acção irá aplicar a fórmula a todas as células imediatamente abaixo, até encontrar uma linha em branco.

Esta acção irá aplicar a mesma fórmula, mas aplicando automaticamente a diferentes linhas. Ou seja, se a fórmula for “=B3+A3” e seguir esta dica na linha a baixo a fórmula irá ser: “=B4+A4”.

Para aplicar EXACTAMENTE a mesma fórmula a todas as linhas pode usar-se o símbolo do cifrão “$” “=$B$3+$A$3”. Ao colocar o “$” antes do B irá assegurar que independentemente para onde move a fórmula (pode também mover para a esquerda ou direita) a fórmula terá sempre em consideração a coluna B. Ao colocar o “$” antes do número, a fórmula assegura que o Excel irá sempre calcular a linha correspondente. Ao colocar atrás de amboas, o Excel irá sempre calcular aquela célula.

Ao arrastar a célula com a fórmula irá automaticamente copiar a fórmula (funciona em qualquer direcção!). Mas se quiser copiar a fórmula para uma célula mais distante, poderá usar o famoso CTR C -> CTR V. Esta é a melhor forma de copiar fórmulas de Excel para várias células.

12. Como Inserir Filtro no Excel

Inserir filtros no Excel é das tarefas mais comuns e por isso a ferramenta já vem preparada com um atalho bem simples. Basta seleccionar as colunas ou células onde quer aplicar o filtro e clicar em filtrar, no canto esquerdo do menu principal.

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Como Criar um Blog de Sucesso (E Ganhar Dinheiro) Passo-a-Passo

como criar um blog de sucesso ganhar dinheiro

Desde que o acesso à internet se tornou mais democrático que há quem procure como criar blog de sucesso e, se possível, ganhar dinheiro com isso. Nós temos o passo-a-passo para criar um blog de sucesso e explicaremos como ganhar dinheiro.

Como criar um blog de sucesso? Muitos dos casos de maior dimensão começaram como um simples hobby. Para fazer um blog de sucesso é preciso, sobretudo, dedicação. Daí a importância desta introdução antes de saltarmos para o passo-a-passo de como montar um blog de sucesso. Se está a ler este artigo, provavelmente tem dois conceitos na cabeça: “criar blog” e “ganhar dinheiro”. A pergunta, então, será: como fazer um blog de sucesso? Errado!

Como Criar um Blog de Sucesso (E Ganhar Dinheiro) Passo-a-Passo

A pergunta é: o que é um blog de sucesso? Como definimos sucesso? Esse conceito depende de pessoa para pessoa. O sucesso pode ser medido por número de visitas, por partilhas nas redes sociais, pelo dinhheiro que se consiga fazer ou, até, simplesmente pelo gozo obtido em manter o blog. Cada um difinirá para si os seus objectivos.

Ok. Dito isto, como ganhar dinheiro com um blog grátis?

É, até, provável que o leitor até já tenha criado um blog gratuito no WordPress ou no Blogspot, começou a postar e… ao fim de um mês não viu resultados. Desmotivou. Nunca mais olhou para o seu projecto.

Todos aqueles posts, horas… e nenhum comentário. Trabalhar muito nem sempre significa que estamos a trabalhar bem. Vamos passo por passo entender como ganhar dinheiro na internet.

Para Iniciantes

Se ainda não começou um blog e é iniciante nestas andanças temde começar por:

Escolher o assunto do blog

Como escolher um assunto para o meu blog? Bem, caso ainda esteja em dúvida sobre o que escrever, temos a melhor dica de todas: Fale sobre assuntos que você gosta e onde se sente à vontade para escrever.

Se seu objectivo é gerar dinheiro a partir do blog, é interessante que seus posts sejam usados para educar a sua audiência sobre o produto que você vende ou os serviços que presta. Ou, simplesmente, fale sobre assuntos pelos quais as pessoas têm interesse.

Escolher o nome

Há dicas para um bom nome de bog? Um bom nome é aquele que fica na cabeça das pessoas, que o seu público vê e associa imediata com o assunto sobre o qual está a falar. Também deve ser simples e fácil de escrever, para que os utilizadores tenham facilidade tanto para encontrar seu blog, como para indicá-lo para os amigos.

Ponto muito importante! Só porque você gosta ou tem interesse em algo, não significa deva criar um negócio sobre isso! Ou que haja oportunidade de negócio. Porém, se não tem nicho de negócio, não se preocupe,  leia aqui como encontrar os nichos de mercado mais lucrativos.

Tem também que ter em atenção se o domínio da internet para esse nome se encontra ou não disponível para compra e registo. Confirme aqui: https://www.dns.pt/pt/

Comprar o Domínio

Se já existir algum domínio registado com o nome que tinha em mente, há algumas alterações que você pode fazer para manter a ideia original, como inserir um artigo antes do nome, por exemplo, www.oaviaodofuturo.pt. Alguns empreendedores já possuem um domínio próprio, neste caso, basta acrescentar a página do blog, exemplo: www.seuproduto.pt/blog.

fazer dinheiro com blog

Se esse não é seu caso, precisará registar o domínio para garantir que outras pessoas não possam utilizá-lo. A nossa sugestão é privilegiar domínios com final .pt, já que este formato é mais intuitivo para utilizadores portugueses. Mas, se está a pensar na internacionalização, pode sempre escolher .com ou .net.

Aqui pode registar o domínio que pretende.

Comprar hospedagem

Escolha entre serviço gratuito ou servidor de hospedagem. O servidor de hospedagem é, basicamente, a empresa que colocará seu blog no ar, com todas as páginas e funcionalidades que ele precisa.

Para essa finalidade, aconselhamos o A2Hosting, mas pode procurar e escolher qualquer outro serviço compatível, por exemplo, com o WordPress, que seja seguro e fácil de gerenciar.

hosting blog preço

Vale ressalvar que servidores portugueses representam um investimento maior, mas em compensação, são mais rápidos, já que a ligação entre o utilizador e o site sofre menos interferências do que sites hospedados em servidores estrangeiros.

Escolha uma plataforma

O ideal será que procure uma plataforma flexível, de forma a conseguir implementar anúncios que serão, inevitavelmente, a sua maior fonte de receita.

Uma plataforma mundialmente conhecida e, provavelmente, a mais utilizada, é o WordPress, devido ao facto de ser gratuita e extremamente intuitiva. Para além disso encontra ainda inúmeros tutoriais espalhados na internet, onde pode aprender mais sobre a mesma, caso se dedique, a fundo, ao seu blog.

Não tenho dinheiro para investir!

Ok, ter algum dinheiro de parte é desejável. Comprar um domínio e alojamento pode custar cerca de 50 euros por ano. E se não tiver esse dinheiro disponível?

Também é possível criar um blog sem contratar um servidor, usando as funcionalidades gratuitas de plataformas como o WordPress, blogger ou tumblr, mas é importante saber que essa escolha pode trazer algumas desvantagens, como:
• Não poderá escolher o nome de seu domínio. Só o subdomínio.
Num blog gratuito, a URL contém, obrigatoriamente, o nome da plataforma na qual ele está hospedado, exemplo: www.oaviaodofuturo.wordPress.com.
• Você não pode se cadastrar no Google Adsense
Essa opção não permite veicular anúncios do Google Adwords, que é uma das principais formas de gerar receita como blogueiro.
• De facto, não é dono do seu blog
É isso mesmo! Como o blog está hospedado no servidor de alguém, é possível que você acorde um dia e sua página tenha sido apagada sem aviso prévio ou precisa de configurar o servidor e não tem como.
• Imagem pouco profissional
Ter um blog gratuito dá a impressão de que não valoriza o conteúdo que está a publicar. E se você não valoriza, porque é que outras pessoas o fariam?

Para Amadores

Pare já de tratar o blog como um hobby

Se quer ganhar dinheiro – e provavelmente já investiu algum dinheiro – tem de olhar para o seu blog como um negócio.

Estabeleça um propósito

O que você quer de verdade? Só aprender fazer um blog!? Ganhar dinheiro com o blog? Divertir-se?

Não adianta publicar textos atrás de textos sem um propósito. Se quer ganhar dinheiro com o seu blog defina, exactamente, como! Não deixe isso para depois, nem espere por algum milagre.

Identifique problemas e oportunidades do mercado

Se quer realmente aprender como montar um blog de sucesso e ganhar dinheiro com ele, então preste bem atenção a este passo: defina o funil de vendas.

Existem duas formas de rentabilizar um blog: uma através dos anúncios, outra através de publicações patrocinadas, normalmente que levam à divulgação, comunicação e/ou venda de algum produto ou serviço.

Independentemente da forma de receita, é de extrema importância que crie conteúdos apelativos e interessantes, de forma a criar um bom fluxo de acessos aos seu site.

Defina qual será o foco do seu blog e crie conteúdo relacionado com o mesmo. Evite copiar artigos publicados da internet, dando sempre preferência a conteúdo relevante e que ajudem as pessoas, só assim vai atrair mais leitores e, consequentemente, ganhar dinheiro com o seu blog.

  • Crie algo de valor para oferecer para os leitores do seu blog para que se inscrevam na sua lista. Depois crie um formulário com a Aweber ou MailChimp e comece a entrar em contato com as pessoas;
  • Agregue cada vez mais valor antes de pedir algo em troca. Ofereça conteúdo. Ensine. Motive. Inspire;
  • Depois, com calma, faça uma primeira oferta. Algum e-book de QUALIDADE. De repente numa faixa de preços entre 20-50€;
  • Crie um segundo curso um pouco mais caro para aqueles que desejam dar o próximo passo.

Para Profissionais

Encontrar os anunciantes

Pode parecer difícil, mas a verdade é que esta é a parte mais fácil de ganhar dinheiro com o blog!

Enquanto que a criação de conteúdos dá trabalho e é necessária para obter acessos e aumentar o seu número de visualizações e alcance, a obtenção de anunciantes é fácil, através dos Programas de Afiliados. Pode inscrever-se neste site para começar a ganhar dinheiro.

Basta procurar online por Programas de Afiliados, as empresas irão enviar-lhe um código que deve colocar no seu blog e, a partir daí, a remuneração que poderá obter é proveniente dos cliques que conseguir nesses anúncios!

Se ainda está a começar, comece pelo maior e mais abrangente programa de afiliados, o Google AdSense.

Precisa apenas de criar uma conta no Google AdSense e configurar os seus anúncios, depois basta colocar o código obtido nas zonas do seu blog onde pretende colocar os anúncios. Sempre que alguém clica nesses anúncios, recebe um determinado valor desse mesmo clique.

No caso da Google, o valor é acumulado e pago assim que chega a uma determinada quantia, sendo transferido para a sua conta pessoal, sem qualquer tipo de complicação.

Vendas feitas através do blog

Alguns anunciantes pagam por cliques, outros fazem-no por vendas, o que é muito bom, tendo em conta que os valores são, normalmente mais altos.

Acha que as pessoas que vão ao seu blog acabam por comprar algo localizado nos seus anúncios? Então aposte em programas de afiliados que paguem por vendas.

Este é, normalmente, um segundo passo, no que toca a rentabilizar um blog. Quando o seu blog atingir alguma notoriedade e se tornar uma referência, vai, muito provavelmente, ser abordado, quer para a comercialização de espaço no seu blog, quer para a criação de publicações patrocinadas, os chamados “publiposts”.

Isso é algo que já acontece com bloggers de sucesso, que tanto “alugam” espaços nos seus blogs, onde as empresas podem colocar banners e anúncios, como fazem posts pagos de determinado produto ou serviço.

Criar um blog de sucesso dá trabalho, exige dedicação, mas não é tão difícil como poderia parecer à primeira-vista.

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Ahrefs Content Gap

AHREFS Logo

Fiquei surpreendido quando vi o volume de procura por “Ahrefs Content Gap”. Parece que a funcionalidade está a ganhar fãs em todo o mundo e por isso vou aproveitar este artigo para debruçar um pouco sobre como aproveitar ao máximo o, também conhecido, “Intervalo Conteúdo”.

Ahrefs Content Gap ou Intervalo Conteúdo

Com o “Content Gap” do AHREFS, descubra as palavras chave que a sua concorrência tem a ranquear, mas você não. Ou seja, encontre oportunidades de crescimento, analisando a concorrência. Sobre este tema, também já publicámos o artigo Análise da Concorrência – Como encontrar oportunidades de crescimento

Content Gap Intervalo Conteúdo

Analisar oportunidades de conteúdo

O processo para uma análise de conteúdo pode ser feito com o “Intervalo Conteúdo” do Ahrefs é super simples. Esta metodologia automatiza um processo que originalmente era somente acessível para utilizadores avançados de Excel.

Basicamente, a ferramenta permite obter todas as palavras chave (keywords) que a sua concorrência tem ranqueadas e subtrai automaticamente as palavras chave que o seu website (ou página específica) tem a ranquear. O que irá obter é uma lista de palavras chave que, possivelmente, deveria ter como alvo.

A ferramenta Intervalo Conteúdo, ou Content Gap, permite-lhe fazer isso com um grupo de concorrentes ao mesmo tempo, dando-lhe massivas listas de palavras chaves que todos os seus concorrentes estão a trabalhar e você não:

Tornar um processo complexo disponível para todos

A ferramenta tem 3 opções de filtragem de resultados:

  • As palavras chave para as quais pelo menos um os seus concorrentes estão a ranquear

  • As palavras chave que pelo menos 2 dos seus concorrentes estão a ranquear

  • As palavras chave que todos os seus concorrentes possuem rankings

Terá os melhores resultados se seleccionar ver as palavras chave que todos os seus concorrentes possuem classificação em pesquisas, excepto você próprio:

top content

Encontrar concorrência

Quando avançar para uma análise de Content Gap do AHREFS tem de ter em conta quem são os seus concorrentes.

Primeiro, quem são os seus concorrentes de negócio; Segundo, quem são os seus concorrentes orgânicos na SERP do Google. Pode ser que sejam os mesmos, podem ser diferentes. Vale muito a pena fazer esse exercício antes de se aventurar a descubrir que palavras-chaves eles estão a trabalhar e você não.

As 5 Melhores SEO Tools do Mercado

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Como forçar o Google a fazer o crawl do site

forçar google crawl site

O site está pronto e o próximo passo é indexá-lo no Google. E é neste ponto que mais webmasters têm dúvidas: como forçar o Google a fazer o crawl do site? Os métodos aqui apresentados servem para explicar o que fazer para indexar um novo site, uma nova página ou um conjunto alargado de páginas.

Os rastreadores do Google são muito bons a fazer o seu trabalho. Raramente é necessário fazer um trabalho manual de pedido de indexação de páginas, pois o Google está constantemente a ler a web e é raro não apanhar uma nova página ou domínio.

Ainda assim, é uma boa prática dar ao Google uma pequena ajuda com seu trabalho de indexação, sobretudo se o site é novo e não tem nenhum histórico de visitas.

Cada uma das seguintes ferramentas oficiais do Google pode ajudar na indexação de páginas. Mas é importante ter sempre em mente que nenhuma destas ferramentas pode, realmente, forçar o Google a começar a indexar seu site.

Uma indexação mais rápida e abrangente do seu site ocorrerá se oconteúdo for novo, original, útil, fácil de navegar e estiver vinculado a outros lugares da web, através de links. Estas ferramentas não garantem que o Google consider um site indexável. E também não devem ser usados como alternativa à publicação de conteúdo que agrega valor ao ecossistema da Internet. Ou seja, basicamente, podemos informar o Google de uma nova página, mas a decisão final de indexação está sempre nas mãos do motor de busca.

Antes de explicar como forçar o Google a indexar o seu site, vou explicar como saber se o site já está indexado ou não.

Como saber se meu site está indexado no google

Para saber se o seu site está indexado no Google tem duas formas muito simples.

  1. Abrir o Google e procurar por “site:omeusite.com” (sem as aspas). O Google irá então mostrar “todas” as páginas que estão indexadas.
  2. A segunda forma de saber se o site está indexado é abrir a Search Console e confirmar se já tem Visitas, Impressões ou se o Google já começou a fazer o crawl: abra Google Index >> Index Status.

Sitemaps

Ter um sitemap é sempre o mais indicado, independentemente se você alterou muitas páginas num domínio ou alterou a estrutura do site. Sempre que acrescentar uma página, o sitemap deverá ser actualizado. Felizmente este é um processo que poderá facilmente ser automatizado.

forçar google crawl site sitemaps

Através da Search Console do Google é possível adicionar um sitemap. Depois de gerar ou criar um sitemap: nas Ferramentas do Google para webmasters, seleccione o domínio em que aparece, seleccione “rastrear” / “sitemaps” / “adicionar / testar sitemap”, digite o URL (ou, como você pode ver, o domínio URL anexado com sitemap.xml) e ‘enviar’.

Buscar como o Google

Também no webmastar tool do Google, pode encontrar a ferramenta de “buscar como o Google”, ou em inglês “fetch as Google”. Este é o ponto de partida mais lógico para obter um óptimo novo site ou conteúdo indexado.

forçar google crawl site fetch

Se o seu site for indexável (também pode verificar se o site está a ser exibido corretamente), poderá enviá-lo para que ele seja adicionado ao índice do Google. Esta ferramenta também permite enviar um único URL (“Rastrear apenas este URL”) ou o URL seleccionado e as páginas às quais ele direcciona directamente (“Rastrear este URL e seus links directos”). Embora ambas as solicitações tenham os seus próprios limites; 10 para a primeira opção e 2 para a segunda.

Adicionar URL no Google

Outra opção é a ferramenta “Adicionar URL” do Google. Tal como o nome indica, esta funcionalidade permite adicionar URL no Google de forma “automática” e directa. Pense nisso como uma versão mais simples da ferramenta Fetch. É uma ferramenta mais lenta e simples, sem a funcionalidade e versatilidade do Fetch. Mas ainda existe e ainda vale a pena usar para adicionar uma página no Google. Provavelmente a forma mais rápida de indexar um URL.

forçar google crawl site adicionar url

Também é possível usar o Adicionar URL apenas com uma Conta do Google, em vez de adicionar e verificar uma propriedade/website às Ferramentas do Google para webmasters. Basta adicionar seu URL e clicar para garantir que não é um robô!

Ainda que não seja possível forçar o Google a indexar um site, é possível forçar o Google a fazer o crawl. Por isso, antes de pedir ao Google que leia o seu site, tenha a vcerteza que o seu site está de acordo com as melhores práticas, de modo a evitar ser penalizado ou avaliado negativamente.

 

Nova Google Search Console – Novidades e o Futuro

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Os Melhores Plugins WordPress para SEO

Melhores Plugins Wordpress para SEO

A procura por uma optimização perfeita em WordPress acaba quase sempre com uma procura no Google pelos melhores plugins WordPress para SEO. O conceito de “melhor plugin” é quase tão vasto quanto o próprio conceito de SEO. Diferentes sites, diferentes webmaster, irão necessitar de diferentes plugins. Simplesmente porque cada site tem diferentes problema e diferentes desafios.

Vale, por isso, a pena saber que área do SEO queremos trabalhar e quais as nossas necessidades. Para cada uma das áreas do SEO haverá distintos plugins. Iremos mencionar os mais importantes, mas cada webmaster deverá entender primeiro as suas necessidades.

Como fazer SEO para um site em WordPress

Fazer SEO para um site em WordPress é simples. De facto, os sites na plataforma WordPress facilitam, e muito, o processo de SEO. Recentemente trabalhei pela primeira vez num site Wix e confesso que foi muito difícil entender a lógica. Sobretudo, depois de tantos anos a usar Blogspot e WordPress.
Para SEO, no que respeita ao WordPress, um dos plugins mais famosos – e sem dúvida mais utilizados – é o Yoast, que no seu site dá inúmeras dicas de como optimizar um site para SEO utilizando as aplicações da empresa.

Mas existem diversos plugins de SEO para além do Yoast. Uns serão concorrentes directos, outros irão complementar onde o Yoast ainda não chegou. Antes de iniciar o processo de optimização do site, é recomendável entender o básico de SEO.

É necessário entender se a optimização é mais técnica, de conteúdo, de usabilidade do utilizador ou até de conversão. Vamos tentar chegar a todos estes temas.

Lista dos melhores PluginsWordPress para SEO

1 – WordPress SEO by Yoast

Este é um dos plugins de SEO para WordPress mais utilizados. Primeiro que tudo, porque é grátis! Há inúmeros recursos para optimizar o seu site, incluindo um sitemap XML, robots.txt ou indicadores visuais de como está a optimização de conteúdo de cada página ou artigo.
Este é um dos grandes destaques deste plugin. O recurso para fazer uma análise em cada página, dando uma avaliação do SEO de cada uma delas e apontando como pode ser melhorado, ficando a saber-se o quanto o post está optimizado mesmo antes da sua publicação.
Além disso, possibilita ainda uma análise aos inlinks para cada post; definir conteúdo central para formação de “hubs”; e ajuda a evitar a repetição de Keywords entre páginas, fundamental para a não criação de conteúdo duplicado ou canibalização de páginas.

2 – All In One SEO Pack

Com quase trinta milhões de downloads, o All in One SEO pack foi durante muitos anos o plugin de SEO para WordPress mais popular. Estão disponíveis todos os recursos e opções que qualquer SEO precisa para criar um site totalmente optimizado para SEO.
É óptimo para iniciantes, uma vez que as configurações padrão da instalação já são suficiente boas para optimizar o site para os motores de busca. À medida que se avança, é possível ir personalizando tudo de acordo com o gosto ou necessidades de cada utilizador.

3 – Premium SEO Pack

Este é um plugin de SEO premium que ajuda a optimizar os sites para que tenham um maior desempenho. A grande diferença na utilização deste plugin é que o Premium SEO Pack já vem com uma ferramenta de minificação, que ajuda a tornar o site mais rápido e oferecer uma experiência melhor para os utilizadores.
Este é um excelente plugin de SEO para WordPress, que oferece tudo o é preciso para a optimização de um website. Tal como o Yoast, ajuda a melhorar a linkagem interna do site, o que é muito importante na perspectiva de SEO. Além disso, ainda ajuda a optimizar as imagens, trazendo ainda mais tráfego orgânico.
Mas não é tudo. Está ainda disponível a funcionalidade de rich snippets que faz com que os artigos e/ou páginas se destaquem nos resultados de busca. Se não fosse suficiente, ainda permite corrigir e definir os redireccionamentos do site.

4 – WP Social SEO Booster

A optimização para Social Media é muitas vezes deixada de lado. O WP Social SEO Booster tem mais recursos voltados exclusivamente para este tópico e implementa automaticamente rich snippets para todo o conteúdo.
O melhor de tudo é que este é um plugin é grátis!

5 – Google Analytics

Ok. O Google Analytics não é propriamente um plugin de SEO, mas também é verdade que nunca vi um SEO que não analise diariamente o trfego orgânico do seu site.
Porque precisamos de adicionar o Google Analytics aos nossos sites do WordPress?
Aprender mais sobre os leitores e quem nos visita é fundamental para executar um site de negócios on-line. É sempre necessária uma solução de análise que ajude a colectar dados e que forneça relatórios perspicazes sobre a actividade do utilizador no site.
O Google Analytics é a solução de análise mais popular disponível. Há outras. Muitas outras, mas nós ficaremos por aqui. Primeiro de tudo, é grátis. Em segundo lugar, é muito fácil de instalar no WordPress.
É bastante fácil de usar para o básico. É possível acompanhar links, realizar testes A/B, obter informações em tempo real sobre o tráfego ou pode ser usado para gerir vários sites e contas em num único painel.
O Google Analytics é realmente robusto e poderoso, e é por isso que ele tem uma curva de aprendizagem para funções mais avançadas, como relatórios de conversão, por exemplo.

As Melhores Conferências de SEO

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Guia para Gestão da Reputação Online – Como remover resultados negativos em motores de busca

Reputação Online Mobile

A Gestão da Reputação Online (ou na sigla inglesa, ORM) é imperativa nos dias que correm. Cada vez mais, tomamos decisões baseadas no que encontramos online sobre determinada pessoa, empresa ou produto. Estes resultados podem influenciar na compra de certos produtos ou serviços, oportunidades de emprego ou confiança sobre determinada pessoa.

A evolução da internet trouxe imensos aspectos positivos, um deles a liberdade com que podemos expressar a nossa opinião através de redes sociais ou websites, assim também como comentários e avaliações.

Contudo, por vezes, esses aspectos podem não ser assim tão positivos, porque esta liberdade também permite que as pessoas digam o que querem sobre si ou o seu negócio independentemente se é verdadeira ou falsa essa informação.

Outra desvantagem é que tudo o que seja publicado online é guardado permanentemente.

Quando se aperceber de algum conteúdo negativo online, quer seja através de redes sociais ou em pesquisas orgânicas, não reaja de imediato com um comentário ou email desagradável. É provável que vá piorar a situação.

Como remover resultados negativos do Google

A melhor forma de remover conteúdo de um motor de busca é removê-lo completamente da internet, (seja através de contacto directo com a pessoa que o publicou e que tenha a possibilidade de removê-lo ou através do contacto do website em que foi publicado). Isto significa que o motor de busca não poderá mostrar nunca mais esse resultado.

Existe também a possibilidade de remover certos resultados do Google por razões legais, contudo nem sempre isto é possível.

As restantes técnicas que irei mencionar e explicar assumem que não existe qualquer tipo de forma de remover o resultado do motor de busca. Sendo este o caso, a única possibilidade que temos é fazer com que esse resultado seja “empurrado” o mais para baixo possível nos resultados, de preferência que apareça na segunda ou terceira página do Google.

Ferramentas para monitorização de resultados:

As 3 Tools de monitorização mencionadas em baixo têm objectivos diferentes e pode não ser necessário utilizá-las todas.

SERPWoo

SERPWoo

Esta ferramenta funciona basicamente da mesma forma que qualquer outro “keyword tracker”, contudo, tem algumas particularidades que a tornam especial e facilitam bastante o trabalho de monitorizar os resultados orgânicos para ORM.

Uma das grandes vantagens é que não estamos limitados a monitorizar um domínio para certa keyword, mas sim todas as posições no motor de busca para essa keyword (para diferentes palavra-chaves e motores de busca de diferentes países), e com isto também permite marcar resultados como positivos, negativos e neutros.

Google Alerts

Google Alerts

Esta tool é uma das melhores, por duas razões: primeira é grátis; segunda, monitora a palavra-chave que escolherem em web results, news, blogs e resultados de video. Assim, quando há uma nova menção online da keyword que escolher será notificado de imediato.

Mention

Mention

Esta ferramenta monitora a marca na web e redes sociais em tempo real com live updates.

Como fazer desaparecer resultados negativos do Google:

Registar o seu próprio domínio com as palavras chave que pretende fazer target:

Uma das primeiras coisas a fazer é registar o domínio com a sua marca ou nome e/ou possivelmente com a palavra-chave. Neste caso recomendo registar se possível os principais TLD.

Em cada um destes domínios deverá criar um website ou um blog, crie as páginas normais de um website ou blog como o “sobre”, “política de privacidade” e “contactos”.

Depois, deverá criar conteúdo ou artigos que contenham a palavra-chave que quer trabalhar (se for possível H1, H2 e no conteúdo), neste caso aconselho vivamente pelo menos 500-1000 palavras no mínimo. Deverá incluir imagens optimizadas com “alt tag” e se possível “media content”, como vídeos, por exemplo.

Criar conteúdo para websites com autoridade (Guest Posting)

Esta provavelmente será a forma mais fácil de inicialmente rankear para a palavra-chave que queira usar, por exemplo o seu nome ou marca + keyword, pelo simples facto que estamos a utilizar um website que já deverá possuir um “backlink profile” e com isso autoridade perante os motores de busca.

Procure blogs ou websites relevantes para o tópico/nicho da keyword que queira usar e tente contactá-los para ver se aceitam usar o seu artigo.

Web 2.0

Muito simples, são websites que nos permitem criar a nossa página e que podemos partilhar conteúdo, como por exemplo o blogspot, wordpress e tumblr. Normalmente alguns tem mais facilidade em rankear do que outros, segue-se uma lista dos que deve registar:

Deverá usar o seu nome ou keyword ou “nome+keyword” e o domínio da plataforma, por exemplo “nome+keyword.wordpress.com”

  • WordPress.com
    Blogspot.com
    Google Sites
    Buzzfeed.com
    Medium.com
    Tumblr.com
    Weebly.com
    Jimdo.com
    Skyrock.com
    Carbonmade.com

Cada um destes websites deverá ser preenchido o mais possível em termos de biografia, para que também aparece a sua marca ou nome.

Cada um deles deverá ter artigos que mencionam a palavra-chave.

Social Media Profiles

Social Media Profiles são as redes sociais que utilizamos hoje em dia como por exemplo o Facebook, mas neste caso iremos utilizá-las para ranquear no Google para a keyword que necessitamos.

Segue-se uma lista de redes sociais que deverão ser registadas.

  • Linkedin
    Crunchbase
    Facebook
    Angel.co
    Twitter
    Youtube
    Pinterest
    Instagram

Estratégias de Linkbuilding

Interlinking

Interlinking irá facilitar que apareçamos melhor posicionados no Google, contudo, deverão interlinkar da forma que irei explicar, pois não iremos criar links dos web 2.0 para os nossos websites ou perfis sociais.

Se conseguirem segurar links em guest posts em websites autoritários podem e devem linkar estes para o seu website com o vosso próprio domínio.

Interlink do seu novo website com o seu próprio para as redes sociais que irá utilizar, e, nestas, link para o seu website.

Guest Posts

Como mencionei anteriormente esta é uma forma excelente para aparecer no Google e criar links para o seu website simplesmente porque se for um website com conteúdo relevante e bom “backlink profile” irá ranquear para as palavras-chave que deseja só por si. Ao mesmo tempo, também passará autoridade através do link para o seu website, ajudando este também a ranquear.

Private Blog Network (PBN)

Também irei explicar algumas formas de “grey hat” e “black hat” para criar links para ajudar a criar mais autoridade.

Sim, “grey/black hat” é contra as boas práticas recomendadas pelo Google. Pode levar websites a serem penalizados e não-indexados, contudo… técnicas como estas funcionam bastante bem em web 2.0 e “social profiles” e é para isso que as vamos utilizar.

Uma Private Blog Network é uma rede de websites com autoridade (backlink profile) que é criada com o objectivo de criar links para diferentes websites com o intuito de ranquear melhor nos motores de busca.

Neste caso até podemos utilizar links do fiverr.com.-Não compre grandes quantidades de links, normalmente há packs de 30 domínios que devem chegar. Sim, normalmente estes websites são bastante spammy alguns até nem estão indexados, contudo, porque iremos linkar para os web 2.0 e “social profiles” não há problema. Se fosse para criar links para os nossos próprios domínios, aí a história já seria bem diferente. E não o recomendamos de todo.

Normalmente o que aconselho a fazer é um “ratio” baixo de “exact match anchor text” ou “partial match anchor text”. Por exemplo, em 30 PBNs as “anchors text” seriam cerca de 80-90% de url, “leia mais”, ”descubra mais”, ”clique aqui”, etc. Os restantes 10-20% seriam  “exact match” ou “partial”.

Não compre destes links para apontar para os vossos próprios domínios.

SAPE

SAPE é uma rede de websites russa, um pouco “dodgy”, contudo, alguns dos websites nesta “network” tem bastante autoridade e podemos alugar links bastante baratos destes websites para os nossos perfis.
Normalmente, 1 ou 2 destes links com “exact match” ou “partial match anchor text” por cada web 2.0 ou social profile é suficiente.

Atenção, analise o website em que vai comprar links, e veja o backlink profile também. Por duas razões, queremos que estes passem autoridade, contudo, por vezes, estes websites porque contêm a palavra chave que queremos trabalhar acabam por ranquear na primeira página do google para a nossa keyword.

Guia de Gestão de Reputação Online

As técnicas que expliquei neste texto já tive oportunidade de as testar e obter excelentes resultados, e é por isto que as estou a partilhar.

Uma das vezes que a utilizei, tinha uma campanha em que um era necessário limpar a primeira página para 3 palavras-chave, “nome de uma pessoa”, “nome de uma pessoa + keyword 1” e “nome de uma pessoa + keyword 2” para diferentes países, alguns dos artigos que ranqueavam na primeira página eram de páginas com uma grande autoridade e quem o fez também criou links para essas paginas para ainda ranquear melhor. Com estas técnicas fui capaz de limpar a primeira página.

Obviamente, que o número de perfis e links irá depender dos resultados negativos que aparecem na primeira página.