Páginas de Campanha – Como impulsionar tráfego orgânico sazonal

As Páginas de Campanha são, por norma, um pesadelo para os SEOs. As restantes equipas no Marketing querem criar diferentes “landing pages” para diferentes eventos, muitas vezes, na mesma época do ano. PPC quer uma página para o Dia dos Namorados, mas a Equipa de Content quer uma para o Carnaval e a Equipa de Display já está a pensar na Páscoa.

Estas são páginas que irão existir uma vez por ano, na melhor das hipóteses. Na pior dos cenários, estas páginas irão existir por duas semanas e ficar a apanhar mofo para o resto da vida do site ou até alguém tropeçar nelas numa migração. Reconhece este cenário? Tem sido o meu pequeno-almoço desde que comecei a trabalhar profissionalmente SEO. O que fazer?

Primeiro que tudo, o tráfego sazonal do site não é apenas um truque ou algo que pode ser considerado alguns meses antes do evento. Muitas empresas confiam nestes períodos de compra máximos para ajudar a equilibrar as conversões e atingir as metas ao longo do ano – portanto, exige uma estratégia dedicada. Fazer uma “landing page” na véspera do evento não vai funcionar – pelo menos para SEO.

O interesse em compras on-line continua a aumentar ano após ano, com um maior balanço em direcção a dispositivos móveis e compras “em movimento”. As velocidades de conexão são mais rápidas e os sites estão a optimizar a velocidade.

Uma mistura de grandes descontos, entregas rápidas, cobertura de imprensa, buzz publicitário e um bom timing significou que eventos como a Black Friday e Cyber Monday ascenderam a pedras angulares em fluxos de receita de muitas empresas.

Páginas de Campanha ou evergreen URLs?

Vale a pena fazer uma “landing page” omeusite.pt/blackfriday ou ter uma página fixa para eventos omeusite.pt/eventos ou promocoes?

Cada caso é um caso e devem ser tidos em consideração todos os prós e contras. Um URL permanente permite responder rapidamente à necessidade de ter uma landing page que responda às necessidades das equipas, mas também às de SEO – especialmente no que toca a relevância de uma página e ao número de backlinks já angariados.

Permanecer activo durante todo o ano desempenha um papel vital no sucesso de muitas campanhas sazonais e sensíveis ao tempo. É igualmente verdade que nem sempre estamos perante uma resposta rápida, há muitos factores que precisam ser tidos em conta para fornecer uma resposta. O truque é que isso não é apenas sobre SEO – raramente é! Devemos considerar todos os factores  (e mais alguns) ao fazer um novo URL:

  • Tempo necessário para gerir e comercializar produtos adequadamente
  • Para que Kws se espera que a página ranqueie?
  • Será que canibalizará outras KWs de categorias de segmentação?
  • É necessária a sua indexação ou o objectivo é puramente para campanhas PPC / Email?
  • Haverá inlinks (internal links) para essa landing page? Fará sentido mantê-los depois da época do evento?
  • A página vai gerar backlinks?
  • A página pode ser usada durante todo o ano (por exemplo /promocao em vez de /promocoes-2018)?
  • Esse URL será imprimindo folhetos/brochuras, etc.?

Conteúdo sazonal de valor

Páginas que tenham uma função sazonal podem ser uma mais-valia, mas requerem actualizações anuais. Não nos podemos esquecer de mudar datas a cada ano ou corremos o risco de em 2019 ainda termos páginas com foco em 2017.

Identificar a melhor estrutura de URL adequada para o seu conteúdo sazonal é importante, mas não é fundamental para ranquear bem. Sobretudo, necessitamos de compreender o nosso público-alvo e entregar nessa página o que eles realmente procuram.

Usar os tipos de conteúdo (vídeo / imagem / animação / pesquisa / jogo) com os quais o utilizador se envolve mais ajuda a melhorar a taxa de conversão.

Como as “landing pages” de campanha costumam obter muitos backlinks, há uma enorme oportunidade para criar inlinks para para páginas importantes e apropriadas, de modo a dar mais relevância.

No final, é hora de tomar uma decisão. O que fazer com esta página? É possível usá-la no próximo ano? Se não, devemos redireccionar a página? Se sim, para onde?

Se optarmos por páginas permanentes, só temos de nos preocupar em actualizar o conteúdo quando se aproximam os eventos que queremos trabalhar.

https://seoportugal.net/blog/facebook-rede-social/

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *