Como deixar um site em WordPress mais rápido

A preocupação em ter um site ou blog em WordPress mais rápido cresce a cada dia, uma vez que o Google tem insistido em favorecer páginas de carregamento rápido. Sobretudo, porque há cada vez mais utilizadores a acederem à web através de dispositivos móveis.

Para responder às necessidades dos webmasters, Google e WordPress têm trabalhado em conjunto para melhorar a resposta da plataforma de gestão de conteúdos.

A discussão não é de agora, mas os utilizadores estão cada vez mais impacientes e as taxas de bounce rate “disparam” quando o tempo de carregamento de uma página é superior a 3 segundos.

Sendo que:

Quem trabalha em WordPress, para site ou blog, já se deparou várias vezes com uma lentidão – aparentemente – inexplicável. Aqui estão algumas acções que se podem adoptar para deixar o WordPress mais rápido.

Eliminar todos os plugins não necessários

Muitas vezes, quando estamos a construir o nosso site ou blog, testamos uma série de plugins que irão ajudar ao funcionamento do template ou a colmatar algumas necessidades, sejam analíticas, de conversão ou qualquer outra. Há plugins para quase tudo e, pessoalmente, também adoro testar tudo.

Quando finalmente decidimos quais as melhores ferramentas e quais os melhores plugins para o nosso site já temos umas dezenas de plugins instalados.

Inactivar plugins não é suficiente. Se já não precisas deles, simplesmente desinstala. Quanto menos plugins instalados, mais rápido pode ficar o site. Este é um dos melhores truques para deixar o site em WordPress mais rápido.

Instale um plugin de cache

Outro das questões mais frequentes é como tornar o carregamento do site wordpress mais rápido. Vai parecer estranho, mas quando digo “desinstalar plugins” não quero dizer “não utilizar plugins”. Como tudo em SEO, testar é sempre a melhor solução. De facto, os plugins de cache podem ser uma benção para qualquer site.

Estes plugins criam cópias estáticas do conteúdo da página e, ao invés de fazer consultas para o banco de dados, usa as versões estáticas para exibir imediatamente o conteúdo da Web para os visitantes. Uma vez que normalmente não actualizamos as páginas diariamente, o armazenamento em cache será sempre útil para quase todas as páginas do seu site ou blog.

Configuração do WordPress e/ou Web Hosting

Quando o servidor de web hosting não está bem configurado a velocidade de carregamento da página pode ser afectada. O mesmo acontece se a instalação do wordpress não for a correcta.

Os servidores têm uma capacidade máxima de resposta. Diferentes pacotes oferecem a possibilidade de servirem mais ou menos visitantes.

Usando os serviços de cache evita a sobrecarga dos servidores – o que pode ajudar em momentos de maior tráfego.

Evitar estrutura complexa de tabelas

Sobretudo quando estamos a usar editores de texto, é muito comum sobrepor tabelasç

<table>
<table>
………
</table>
</table>

Este erro básico de adição de linhas de código em catadupa com estrutura complexa causa atraso ao carregar o conteúdo. Se não há forma de evitar a tabela, então a estructura deverá ser algo como

<table>…</table>
<table>…</table>

Mais importante, use “floats” e “grids” para aumentar a velocidade de carregamento. Aqui está um exemplo básico de “float”:

<h1>Basic float example</h1>
<img src=”https://www.examplesite.com/files/image.jpg” alt=”image anchor text”>
<p> Sample text </p>
<p> Sample text </p>

Reduzir o número de pedidos HTTP

Uma página da Web consiste em vários componentes – folhas de estilo, componentes de Flash, imagens, scripts e muitos outros. Quanto mais o número de elementos por página, mais o número de solicitações HTTP feitas para cada um destes, resultando em durações mais longas do tempo de carregamento da página, o que pode prejudicar o número de conversões.

Use a ferramenta de verificação de solicitação HTTP para descobrir quantas solicitações a sua página faz. É possível reduzir pedidos HTTP sem arruinar o design web.

  • Combinar arquivos: usar scripts e folhas de estilo externas (mas não tenha mais de um script e arquivo CSS)
  • Mapas de imagens: usar imagens contíguas em vez de vários blocos de imagem, para reduzir o número de solicitações HTTP.
  • CSS Sprites: combinar várias imagens com um “sprite” e chamar o “sprite” em vez de cada imagem. Quando o “sprite” também contém imagens de páginas internas, os tempos de carregamento interno da página melhoram, porque o conteúdo já foi baixado antes de o utilizador lá chegar.
  • Fazer pequenos blocos de Javascript em linha.
  • Converter imagens para codificação base64 usando um codificador; uma vez que transforma uma imagem em código, a solicitação HTTP é impedida.

Estas dicas vão evitar a famosa queixa de que “o meu site demora a carregar no wordpress”.

Compressão de Imagens

Mais de 55% dos problemas de lentidão ao carregar uma página estão relacionados com imagens. Embora estejamos a viver tempos onde a necessidade (mais que o poder) de ter imagens é gritante, são elas – as imagens – muitas vezes as culpadas por um site lento. De fato, as imagens representam mais da metade do tamanho de uma página. Um tamanho de página maior exigirá uma maior largura de banda para carregar e pode causar graves reduções de desempenho.

Para fazer o WordPress carregar mais rápido, é boa prática compactar as imagens. Mas faça-o sem perder qualidade do que oferece. Isto significa que o tamanho do arquivo – e, por sua vez, o tempo de carregamento – será menor, mas a qualidade da imagem não sofrerá impactos (ou pelo menos, serão quase indetectáveis).

Podemos instalar um plugin como o WP Smush para reduzir o tamanho do arquivo das imagens e retirar metadados ocultos que podem estar a ocupar espaço desnecessário. Ou optar por exportar imagens de um editor como o Photoshop ou o Lightroom. Como regra geral para upload na web, a resolução da imagem deve ser definida como 72 dpi e guardada no formato JPEG (ou PNG para gráficos nítidos, como logótipos).

Reduzir o tempo de resposta do servidor wordpress

O tempo de resposta do servidor é o tempo gasto pelo servidor para concluir a solicitação feita pelo utilizador. É contado em milissegundos.

Quanto maior a velocidade de carregamento da página, menos milissegundos ela demora até carregar a página.

A maioria dos servidores de hospedagem partilhada tem tempo de resposta do servidor lenta em comparação com servidores dedicados.

Pode melhorar esses índices usando alguma CDN como o cloudflare. A CDN funciona como uma réplica do servidor e ajuda a encurtar a distância física dos dispositivos aos servidores, melhorando o tempo de resposta.

Como já falámos, optimizar imagens sem perder qualidade de imagem ajuda a melhorar o tempo de resposta do servidor. Assim como armazenamento em cache do navegador. É fácil de fazer com o plugin W3 Total Cache.

No final faça uma auditoria ao seu site e tenha a certeza que qualquer mudança que possa ter feito não causou um problema secundário.

Queria ser Jornalista, mas fugi para o Marketing e dei por mim a trabalhar como SEO. Em agência ou in-house, já trabalhei com projectos do Spotify, Telepizza, Amazon, Hostelbookers, Hostelworld, 360imprimir ou EF Education First. Sonho um dia ainda voltar a Portugal e viver do Marketing Digital. Fundei a SEOPortugal para ajudar a divulgar o SEO e partilhar algum conhecimento.

Um comentário em “Como deixar um site em WordPress mais rápido”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *